Companhia Industrial de Vidros, Lda.

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/ADLRA/EMP/CIV
Title type
Atribuído
Date range
1929 Date is certain to 1994 Date is certain
Descriptive dates
1929-1994
Dimension and support
30 cx.,1 pt
Extents
30 Caixas
Biography or history
Por escritura de 19 de Dezembro de 1927, "a sociedade por quotas que girava na praça de Lisboa sob a firma Neves Leal, Limitada, substituiu esta firma pela denominação de Empresa Vidreira de Oeste, Limitada.", localizada na Guia, constando do artigo 3.º que "a sua duração é por tempo indeterminado e para todos os efeitos o seu começo se contará de 19 de Novembro de 1914". Por sua vez, é por transformação desta Empresa Vidreira que surge, em 1933, a Companhia Industrial de Vidros, Ldª. "A Companhia Industrial de Vidros, Limitada, é uma sociedade comercial por quotas de responsabilidade limitada, com sede em Guia, freguesia de Mata Mourisca, concelho de Pombal, resultante da transformação da antiga sociedade Empresa Vidreira do Oeste, Limitada, nos termos da respectiva escritura outorgada em 22 de Abril de 1933, lavrada a folhas 54/verso e seguintes do Livro n.º 74 do 8.º Cartório Notarial de Lisboa, e da escritura de substituição da denominação e do seu pacto social outorgada em 12 de Janeiro de 1934, lavrada a folhas uma e seguintes do livro B-101 de notas deste Cartório.

Efectuaram-se alterações ao pacto social da empresa nomeadamente pelo seu director-geral Lúcio Tomé Feteira, elevando-o para 10.000.000$00, mediante o reforço de 8.500.000$00 realizado por incorporação de equivalente parte de fundos de reserva naquele montante dividido por todos os sócios na proporção das quotas que respectivamente possuem e que, por incorporação nestas, ficam unificadas, e ainda em virtude da posição assumida perante a Covina - Companhia Vidreira Nacional, Limitada, substituem o objecto da sociedade e todo o seu pacto social pelo constante dos artigos seguintes: Primeiro - a sociedade por quotas de responsabilidade limitada, que sob a denominação "Companhia Industrial de Vidros, Limitada" tem existido com sede em Guia, freguesia de Mata Mourisca, concelho de Pombal, mantém a sua existência jurídica sob a mesma denominação; continua a ter a sua sede em Guia e a durar por tempo indeterminado, mas substitui o respectivo pacto social pelo constante deste artigo e dos artigos subsequentes. Segundo - a sociedade tem por objecto a gestão de uma carteira de títulos, participando em especial no desenvolvimento económico e financeiro do país, quer através de títulos públicos, quer por aquisição de direitos, quotas ou acções de entidades industriais, singulares ou colectivas e, ainda, qualquer outra que os sócios, em assembleia Geral, deliberem. (...)"

Numa carta de 5 de Agosto de 1983, dirigida ao Chefe da Secção de Finanças do 9º Bairro Fiscal de Lisboa, a Companhia Industrial de Vidros, Ldª., informa o seguinte:

"1) Data da constituição da Sociedade COMPANHIA INDUSTRIAL DE VIDROS, Ldª. - [22 de Abril de] 1933. Última alteração do Pacto Social da mesma Sociedade - Novembro de 1981.

2) No caso de falecimento de qualquer sócio a firma continuará, cabendo aos respectivos herdeiros representar o sócio falecido.

3) Valores matriciais dos imóveis da Companhia - 31 Prédios = 138.514$00.

4) A firma não exerce qualquer género de actividade desde 195[...] altura em que passou a laborar a COVINA de cujos corpos gerentes a Companhia Industrial de Vidros, Ldª. fazia parte e era sócia. Esta situação parou em Abril/1974.

5) Valor em que se acham seguros os imóveis da Companhia sitos em Guia-Oeste - 2.700.000$00.

6) A Sociedade pertence ao Grupo A - tendo, como é óbvio, escrita Organizada.

7) Os sócios não têm qualquer saldo positivo nas suas contas pessoais. Na generalidade dos casos são devedores de pequenas verbas por motivo de encargos suportados pela Companhia face ao aumento de capital realizado em 1981.

8) Os rendimentos da Companhia têm-se circunscrito a juros de depósitos a prazo e dividendo da VIFIBRAS de que é associada."

Em 28 de Junho de 1944 "a fábrica que a Companhia Industrial de Vidros, Lda., tem instalada no referido prédio [na Guia] se encontra paralisada há três anos aproximadamente e que o alvará respeitante ao fabrico manual de vidraça naquela fábrica é hoje propriedade da "Companhia Vidreira Nacional, Limitada", (Covina), por virtude de com ele a "Companhia Industrial de Vidros, Limitada", ter realizado parte da sua quota no capital social da "Companhia Vidreira Nacional, Limitada", (Covina).

Na mesma escritura pode ler-se que, "por despacho de Sua Excelência o Senhor Sub-Secretário de Estado do Comércio e Indústria de 9 de Janeiro de 1941, foi este estabelecimento fabril considerado como "reserva de fabrico da "Companhia Vidreira Nacional, Limitada" , (Covina)". Datará, pois, desta data a paralisação das instalações da Guia.

É por esta escritura que os representantes da "Companhia Industrial de Vidros, Limitada", "dão de arrendamento à referida "Companhia Vidreira Nacional, Limitada", (Covina) o aludido prédio ou fábrica, a que atribuem o valor de 80.000$00", pelo prazo de 15 anos.
Custodial history
Depois de cessar a sua actividade fabril, a documentação ficou na posse dos proprietários Joaquim Marques Duarte e Maria Celeste Teodósio Crespo Pedrosa Duarte.
Acquisition information
Deu entrada neste arquivo em 2 de Março de 1999, através dos seus proprietários, em regime de depósito, protocolado.
Scope and content
Trata-se de documentação resultante do exercício da empresa desde 1929 até 1994 constituída por cadastros biográficos, relação de sócios, relatórios, actas, convocatórias, pareceres, alvarás, processos judiciais, correspondência, vencimentos, entradas e saídas de caixa, balancetes, contribuições e impostos, inventários e balanços, contas correntes, bancos, seguros, inventários de bens, registo de patentes, plantas topográficas, estatísticas, registo de armazém, horários de trabalho, mapas de pessoal, relação de ordenados, entre outros.
Arrangement
Esta documentação encontrava-se completamente desorganizada, pelo que elaborámos um quadro organico funcional com base na sua tipologia, para o que foram criadas secções e suas subdivisões.
Access restrictions
Aberto
Language of the material
Português
Physical characteristics and technical requirements
Boa
Other finding aid
Companhia Industrial de Vidros: inventário (informático e papel), 2007.
Record not reviewed.